Os Cannons

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os Cannons

Mensagem por Freya em Seg Fev 06, 2017 6:53 pm

Dominic Cavion Poletto

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
  • Dom & Nic
  • Lofn
  • 23
  • Hetero
  • Britânico
  • Evan Peters
  • Reservado

   

Personalidade

Dominc é um cara muito quieto e calmo, apesar do jeito sedutor. Acredite ou não, ele tentará conquistar o coração de quem deseja, o que - falando verdadeiramente - não é tão difícil assim. Brincalhão e irônico, com os mais íntimos, ele pode até mesmo parecer uma pessoa diferente. É ambivertido e seu humor é quase sempre dos melhores, sendo difícil encontrá-lo em um dia ruim. Sua perspectiva de mundo varia com os dias, há dias em que ele acha que a humanidade vale a pena e em outro, nem tanto. Pode ser uma pessoa boa ou ruim, mas no final das contas, tudo se trata apenas de devolver na mesma moeda. Com ele é olho por olho e dente por dente.

Físico

Possui a pele alva, cabelo loiros e anelados quando maior, ou apenas ondulado quando mais curto. Tem cerca de 1,80 de altura e seu físico é esguio com alguns músculos definidos, os lábios são levemente rosados, os olhos amendoados - que variam do mel ao castanho escuro - e ele tem covinhas.

História

Dom sempre fora um jovem brincalhão e bastante generoso. Cresceu em soberba, luxo, riquezas e muito dinheiro, ainda sim, conservava humildade em seus atos.

Apesar de andar sempre bem vestido e ter modos de um perfeito cavalheiro inglês, o rapaz tinha uma vida romântica e sexual bastante ativa. Não que fosse culpa somente dele.

Aos treze anos, ele já possuía relacionamentos nada duradouros. A beleza do jovem de cabelos de anjo - como sua "mãe" tinha costume de chama-lo - era algo que sempre fazia as namoradas sentirem-se enciumadas a ponto de ele acabar terminando tudo.

Treinado em diversas habilidades, seu pai era bastante ausente e não havia muito que ele pudesse fazer para mudar isso. Alekay não era o pai do ano, mas também não era de todo ruim e Melanie era um mãe carinhosa, o que acabava por compensar as coisas.

A medida que crescia, os dons e talentos de Dominic pareciam apenas aumentar. Ele sabia que seu pai havia traído Melanie e ela não era sua mãe de verdade. Mas nunca sequer se interessara em saber sobre a mulher que lhe gerara. Não faria diferença, ela não o quisera e ele não nutria nenhum tipo de sentimento por ela.

Em uma vida regada a paparazzi, festas, desfiles, eventos e - especialmente - bebidas, Dom se destacava dos jovens de sua idade por não ser visto metido em escândalos. A única coisa capaz de manda-lo para a capa de grandes revistas era sua vida amorosa e inúmeros affairs com modelos famosas.

Sua infância não tivera grandes coisas e ele nem tivera ninguém com quem dividir. Estava com vinte anos quando Melanie teve uma menina que, ele precisava admitir, era seu xodó.

Foram quase três anos ao lado da criança e da mãe que ele tanto gostava antes que em um dia de primavera o pai, já bêbado, o chamasse no escritório.

Ele ficou ali, estarrecido, enquanto o homem contava para ele toda a verdade. Fora a primeira vez em toda a vida que Nic tivera um ataque de fúria. Pegou a espada que recebera do pai e o endereço do suposto lugar. Não demorou para entrar no carro e dirigir até aquele ponto das três fronteiras e, qual não foi sua surpresa com o que encontrou.

Assim que passou pela entrada uma dor aguda se manifestou na parte interna de seu braço e o símbolo de sua verdadeira mãe apareceu ali, sinalizando uma nova fase de sua vida.

Medos

Assimetrofobia, blennofobia e medo de ficar só.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Freya em Ter Fev 14, 2017 6:30 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Freya
Admin

Feminino Mensagens : 16
Data de inscrição : 23/12/2016

Ver perfil do usuário http://nordicsarcane.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Cannons

Mensagem por Freya em Ter Fev 14, 2017 6:29 pm

Ninotchka Maiakovski

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
  • Nina
  • Freya
  • 23
  • Demisexual
  • Russa
  • Lily Collins
  • Reservada

   

Personalidade

Serena em tudo o que diz e faz, é sociável, doce e gentil. Não é dada à grosseria, e demonstra profunda paciência. Porta-se como um membro da própria realeza Russa, exibindo uma imagem sólida e impenetrável, o que certamente cria mistério em torno de si.

Físico

Alta e magra, Nina possui a forma e equilíbrio conferidos a uma bailarina. Sua pele é alva e macia, de aparência incorruptível. Os olhos são profundos, castanhos, com nuances de diversos tons de verde. As sobrancelhas são fartas e bem desenhadas assim como os lábios, estes naturalmente róseos.

História

Criada em uma propriedade vasta na cidade de São Petesburgo, Ninotchka teve a companhia constante de seu pai, e da limitada equipe de empregados. A fortuna da família é inegável, mas nunca foram dados à soberba, excessos e exibicionismo. Do contrário, Nina foi ensinada desde que consegue se lembrar a ser humilde em todos os atos, sendo rigidamente punida por seus erros, quando os cometia. O pai, um homem extremamente inteligente, e em mesma medida misterioso, jamais contou-lhe alguns detalhes de sua vida, principalmente quando estes se relacionavam ao passado. Nina nunca pressionou-o demais. Ele lhe disse que havia muito a ser dito, mas no dia em que ela soubesse, precisava partir. A menina aceitou e acolheu aquele prenúncio, relutante. Ao menos, que aquilo demorasse a acontecer.

Carinhoso, atencioso, dotado de um humor notável, Anton foi tudo o que Nina precisou como uma figura paterna, e um modelo de vida. Ensinou-a um pouco das muitas coisas que sabia. Literatura, artes, política, astronomia, negócios..., mas deixava-a livre para escolher, também, suas próprias áreas de interesse. Ninotchka não estava sendo criada para ser uma cópia dele, dizia-lhe ele, todos os dias, estava sendo criada para ser autêntica.

Apesar de não fazer o estilo liberal-permissivo, mas Maiakovski sempre fez o possível para inclui-la ao "mundo real", com pessoas reais. Ele foi o primeiro, e o principal incentivador quando Nina decidiu iniciar a carreira de modelo, após ser descoberta em um baile beneficente, com um pouco mais de treze anos. Graças ao visual marcante e carisma, sua ascensão foi impressionante. Ao dezesseis anos, já posava para revistas famosas. Aos dezoito, seu nome era arduamente disputado entre desfiles. Aos vinte, pareciam não existir mais limites a serem quebrados. O sucesso e a solidez de seu império eram inegáveis. A boneca russa, como era chamada, conquistara o mundo.

Sentindo que não havia mais nada para fazer, Nina deu um ponto final em sua carreira, voltando para casa.

Um dia, sem aviso, após chegar da universidade, Nina encontrara seu pai no escritório, pálido como jamais o havia visto. Ele fez um sinal breve, apontando a cadeira ao lado. Havia algo de desamparo no fundo das orbes azuladas que a fez saber, de antemão, que alguma coisa imensa estava acontecendo. "Ninotchka", ele começou, impassível, e a promessa de anos atrás abriu caminho em meio as suas memórias, emergindo como um corpo no mar. Nina arfou, assustada. "Não. Não agora, eu-". A palma da mão dele sobre a sua silenciou-a. "Você precisa saber. Está na hora."

Medos

Escuro, fogos de artifício, altura.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Freya
Admin

Feminino Mensagens : 16
Data de inscrição : 23/12/2016

Ver perfil do usuário http://nordicsarcane.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum